06 Dezembro 2008

Primrose Sharma. Nova embaixadora da Índia

Primrose Sharma na audiência protocolar com Cavaco Silva:
dez minutos mas que são minutos de mais valia
que a rotina das credenciais

PODE USAR O SEGUNDO NOME À VONTADE A embaixadora Primrose Sharma rende na chefia da missão indiana em Lisboa outra embaixadora, Nilima Mitra. Antes de ser designada (11 julho) para a capital portuguesa, Primrose Sharma foi embaixadora residente no Panamá, acumulando a representação do seu país na Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras e Nicarágua. No seu curriculum, as funções de secretária adjunta para a cooperación técnica do MNE indiano e serviço diplomático em Tóquio, Londres e Joanesburgo (cônsul-geral).

Em Portugal, a embaixadora Primrose Sharma pode usar perfeitamente à vontade o seu segundo nome - Raikhan - não correndo o risco de ser tratada como a «embaixadora Raikhan». como sucedeu na América Central onde, pela tradição castelhana, o segundo nome passa a primeiro...

A sua prestação no Panamá foi um êxito, sobretudo em acordos alcançados e iniciativas nos domínios económico e social. Pela sua determinação, a Índia estabeleceu no Panamá u centro internacional de capacitação em alta tecnologia, além da facilitação de vistos para empresários de ambos os países e a exploração da possibilidade do Panamá ser uma plataforma das exportações indianas para os diversos mercados da América e da Europa.

Sem comentários: