01 fevereiro 2011

Ar da sua graça

Por dois militares de Bissau e que são sabidos, não é que a diplomacia portuguesa deu o ar da sua graça no quadro do novo tratado?

1 comentário:

Jorge da Paz disse...

Pois deu e da pior maneira, contemporizando com dois chefes militares, responsáveis, pelo menos, pelo último morticínio na G.B. e que são reconhecidos "paus mandados" dos narcotraficantes.
Ao que Portugal chegou!
Se alguém tiver dúvidas eu dou-lhes o contacto da ex-Ministra da Justiça, a tal que logrou que a PJ Guineense apreendesse umas toneladas de cocaína, que os militares logo foram buscar e fizeram desaparecer. Quem desapareceu, entretanto, foi ela, mas eu tenho o seu contacto.
A minha solidariedade Lusófona para o pobre Povo da Guiné e o meu desprezo absoluto para Sócrates e Luís Amado.