06 fevereiro 2011

CARTA DO CANADÁ. Fernanda Leitão


PORQUÊ, RTP, PORQUÊ? A situação é esta: nós, os emigrants, gostamos da RTP na sua vertente internacional, embora achemos um despautério o exagerado espaço que dá à pequena política, isto é, às opiniões, em geral disparatadas, de uns senhoritos partidários que mais não querem do que o poder e com provas dadas de que não valem nada. Ou a verdadeira entronização de uns sujeitos que se dizem humoristas e não passam de choldra (...)

1 comentário:

Jose Martins disse...

É a RTPi que temos, nós os emigrantes onde residimos.
.
Um canal sem imaginação; programas constantemente repetidos, noticiário que já conhecemos horas antes quando este é transmitido.
.
A RTP é um "asilo" de raparigas e rapazes que por lá anda a ´chuchar´o nosso dinheiro.
.
Claro e nos salta à vista que o canal do Estado ( um poço sem fundo) é controlado pelos que governam e tudo terá de tocar muito fininho porque em causa, o que pisar o risco, o olho da rua e a perda do emprego.
.
Os em frente deste buraco pensam que os emigrantes ainda são iguais ao que sairam de Portugal com a mala de cartão, o garrafão de cinco litros de vinho e uns parolos da terra de lá de "xima".