08 fevereiro 2011

Ora ainda melhor...

E mais nos dizem de Luanda que o ministro das Relações Exteriores, George Chicoty, alinhou o pensamento segundo o qual "um dos maiores desafios actuais da diplomacia angolana está relacionado com a busca de melhores orientações para o presente". Mais alinhou que "a política externa de Angola forjou-se em anos de guerra, sendo, pois, um produto de toda a sua história"... Quem não fica elucidado?

1 comentário:

Jose Martins disse...

As guerras, para alguns, sempre deram para encher bolsas... armas, balas e os diamantes malditos também constituem uma boa e frutífera política externa.