02 dezembro 2011

Para Windhoek

A conselheira de embaixada Helena Furtado Paiva, colocada na Embaixada de Portugal em Windhoek, com efeitos a 1 de Novembro de 2011.

5 comentários:

Anónimo disse...

O poder do lobby! Eis um caso exemplar.

Anónimo disse...

Colocada...agora?? Mas se já lá está como Enc. Negócios desde há uns 2 anos? Não se entende! Alguém consegue explicar? Ou será que passa a nº 2 porque o 1 - CM - vai aterrar por lá, em Windhoeck?

NV disse...

Folha oficial...

Adelo disse...

desde há muitos anos que na Namíbia as coisas funcionam assim "aos arranques": Primeiro, o Martins da Cunha extingue a embaixada; a moradia fica entregue às cobras "com crocodilos na piscina" depois cria-se um "escritório consular semi-clandestino, que o Freitas legaliza em 2005; entretanto o Braga nomeia como consul honorário o Al Pimenta do Hotel Safari. O Amado nomeia a enc.negócios agora renomeada, e asim prossegue "aos arranques" a "nova diplomacia económica" que é tão nova como a minha bisavó.

Anónimo disse...

Oh Adele você é um Aquis aqui deste Blogue! Gosto de o ler. Tem toda a razão. Pois, a dita Paiva, depois de corrida da Secreta, foi aterrar na Namíbia, a chefiar a dita "Missão", para agora baixar a "Substituta Legal". Diplomata sofre!
Quanto ao Martins da Cruz, aquilo era Peste que passou à História.
Rilvas