12 Junho 2012

Prosa de penacho

Sim, não insistam, demos conta desse comentário publicado na revista Visão (dia 7) de um "assessor internacional do Governo do Estado de São Paulo", para mais pós-doutorado em Relações Internacionais pela Universidade de Columbia e formado em negociação internacional pela Universidade de Harvard...

Depois de alguns colorários meramente escolares e desfasados (há avaliação de desempenho no MNE, há cartas de missão, etc), para corroborar a afirmação de que "de forma discreta, o ministro Paulo Portas parece estar a caminhar na direção certa", diz o pós-doutorado que "no Brasil, uma das tábuas de salvação da economia portuguesa, o MNE trocou recentemente, e de uma só vez, o embaixador, a equipa da AICEP e os cônsules gerais no Rio de Janeiro e em São Paulo", acrescentando o formado em negociação internacional que "a imprensa não prestou atenção, mas estes movimentos são muito raros em diplomacia"...

Santo Deus, Pai das Encóspias! O embaixador João Salgueiro saiu de Brasília por ter atingido o limite de idade, levando demasiado e raro tempo em diplomacia a ser rendido, e os dois cônsules gerais saíram porque também tinham de sair mesmo, não valendo a pena dizer porquê. Pela boca morre o peixe.

Sem comentários: