15 maio 2013

Relatório da OCDE

OCDE
Clique sobre a imagem para abrir

5 comentários:

Jorge da Paz Rodrigues disse...

Agradeço a edição em 'pdf' do estudo da OCDE.

Mas, já agora, sendo a língua portuguesa a 5ª mais falada no Mundo, pelo menos teoricamente, face á crescente população dos Estados cuja língua oficial é o português, com exceção de Portugal, diga-se, será que não podia ter sido editado em português?

Os Lusófonos agradeceriam.
Jorge da Paz Rodrigues

NV disse...

Prezado Jorge da Paz Rodrigues, como sabe as línguas oficiais de trabalho da OCDE são o inglês e o francês. português não é, nem o português da 5.ª língua mais falada do mundo que oxalá um dia não se chame simplesmente brasileiro, nem a 103ª língua falada falada nesse mesmo mundo se alguns continuarem a brincar com o fogo.

Anónimo disse...

A elaboração deste relatório foi coordenada por Luiz de Mello, brasileiro com dupla cidadania portuguesa e alto funcionário da OCDE. Já li o relatório e, ainda que por alto, há por lá bastantes pontos negros e algumas confusões metodológicas. Não é um relatório infalível, pelo contrário, muito falível e facilmente poderia ser escrutinado por algumas universidades portuguesas capacitadas para a tarefa. Duvido que isso seja feito. O relatório, nas matérias politicamente melindrosas (questões sociais e educação) serve objectivos.
H.G.M.

Anónimo disse...

Concordo com o comentário de H.G.M.. Estes relatórios são atirados como bíblias, mas deviam ser submetidos escrutínio técnico e científico. A OCDE não é um mar de santos...
C.P.

Anónimo disse...

Quem conhece um relatório da OCDE cientificamente 100% válido? Eu não.
DE