05 maio 2011

3 comentários:

Francisco Seixas da Costa disse...

Atão?!

Adelo disse...

Sair por uns tempos para fora desta piolheira, apanhar ar e ver outras paisagens, se não cura, pelo menos atenua bastante os desanimos.

("sair para fora" vimos por aí numa "prosa de posto", pois não haverá mais para onde sair senão para fora.

Jose Martins disse...

Uma gaita! Gente nova sem futuro...!!!